sexta-feira, 18 de maio de 2012

“A Toca é meu lar!”

Nascida no Estado da Guanabara/RJ, Norma Sueli Siqueira D’Ávila cresceu ao lado dos pai adotivos, em meio a uma família simples, onde recebeu o apoio para estudar e trabalhar.

Ela conta que aos 20 anos, conheceu Mário, o pai de seus dois filhos. Quando as crianças tinham quatro e cinco anos respectivamente, moravam em Realengo/RJ, época em que infelizmente o "companheiro" foi embora.

 Tendo que cuidar dos filhos sozinha, os matriculou em uma creche para poder trabalhar em uma fábrica que fazia plástico, lutando muito pelo sustento das crianças. "Quando eles estavam bem crescidos, saí de casa naqueles ‘cinco minutos’ que dá na gente! Peguei carona e fui parar em campos dos Goytacazes, sem saber onde estava!", diz ela.
Conta ainda que morou quatro anos na rua, e que nesse tempo sofreu muitas complicações em sua saúde, já que teve desnutrição e tuberculose. Diagnosticada no hospital, a encaminharam para a Toca de Assis.

"Fui bem acolhida e, já em Campos, comecei o tratamento com a psicóloga Elvira (voluntária) o que me ajudou muito!".
Hoje, aos 55 anos, Norma mora na casa da missão de Guaratinguetá, onde foi incentivada pela Irmã Samaritana a procurar seus filhos. Ela continua recebendo ajuda psicológica (só que agora com a Dra. Mônica, também voluntária). Nossa acolhida ajuda as Irmãs na limpeza da casa, além de fazer trabalhos artesanais.

“Sou muito feliz na Toca de Assis, que posso dizer que é minha família, meu lar! Agradeço todas as irmãs que passaram pela minha vida e me deram amor e carinho. Obrigado meu Jesus Sacramentado!”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário