sexta-feira, 1 de junho de 2012

Deus habita nos pequenos para estar no meio de nós!

Este é um dos tesouros da Missão de Sete Lagoas/MG: Wanderson dos Santos, carinhosamente chamado de “Tatá” (por gostar de bater fortemente as portas da casa...).

Acolhido desde 2002, ele marca a vida de muitos religiosos e leigos que por aqui passam. Teve complicações em seu desenvolvimento e possui demência acentuada. Andava no centro da cidade em meio aos esgotos e comendo de tudo.

Por gostar muito de carros e tentar
abri-los, apanhava muito por pensarem que estava roubando-os. Apesar de sua aparência forte, nem de longe é agressivo. Pelo contrário, é muito carinhoso!

Não fala, mas produz sons peculiares que nos permitem ver se está feliz ou bravo. Fica o dia inteiro atrás de algum religioso ou acolhido que lhe dê atenção e carinho. Se não encontra ninguém, sobretudo em momentos de oração, partilha e formação dos religiosos, faz de tudo para chamar a atenção,
 valendo-lhe o famoso apelido...
Contemplando nele a presença de Cristo, vemos Este que não se cansa de, insistentemente, nos buscar para que tenhamos uma vida de intimidade com Deus. Wanderson marcou e marca a história de muitos. Exige grande cuidado, atenção, carinho e amor... E, é, aqui, o instrumento de Deus mais eficiente para fazer os religiosos exercitarem a Virtude da Paciência!

Vemos em sua vida o grande cuidado de Deus, encaminhando-o até aqui. Assim, ele pode ter uma vida mais digna e ser amado, não por aquilo que possa ter ou oferecer, mas por ser o que é: filho amado de Deus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário